Sobre a consistência das papinhas e uma receita de Arroz com tudo, que facilita a transição... - As delícias do Dudu
As delícias do Dudu
As delícias do Dudu

16

ago

2012

Sobre a consistência das papinhas e uma receita de Arroz com tudo, que facilita a transição…



por Thais Ventura em Alimentação Saudável, Introdução Alimentar, Salgada | Tags:

Como por aqui o nascimento dos molares prejudicou um pouco o Dudu comer,  tive que retroceder para as sopas novamente já que ele não conseguia mastigar nada muito duro e teve dias de não querer nem pedaços, acho que vai do senso de cada mãe saber da aceitação do seu filho, como ele já come feito rapaz desde 11 meses mais ou menos, não vi problemas em voltar a dar bem amassadinho a comida e ontem fiz o creme de inhame que foi batido, apesar de nem assim ele ter comido rs.
Vou aproveitar essa deixa e abordar um assunto que recebi umas 4 mensagens de pedido de ajuda esses dias, que foi com relação a consistência das comidas… Como fazer a transição da papa para a comida em si.

As mamães que me pediram ajuda, todas com filhos maiores de 1 ano que ainda comiam papa batida ou passadas na peneira… 

Em primeiro lugar quando falamos em não bater no liquidificador a papa do seu bebê é exatamente para que não haja essa dificuldade em aceitar os pedaços mais pra frente… Se o seu bebê de 6 meses não consegue comer a papa amassada no garfo, prefira passar na peneira grossa de inox, pois a consistência será de um purê e não liquida como no liqui.
Aos 7 meses você pode começar a cortar bem miudinho os legumes e deixar cozinharem em pouca quantidade de água ou no vapor (que é bem melhor) até que fiquem “desmanchando” assim quando amassar com o garfo os pedaços que sobram serão bem pequenos e bem cozidos, sendo assim mais fácil do seu filho mastigar e engolir….
A partir do 8 mês em diante você pode ir aumentando cada vez mais os pedaços que ficam na papa até que chegue na consistência normal do alimento…

Porque não posso bater no liquidificador?

A importância de se oferecer papinhas peneiradas, nunca batidas no liquidificador, e de logo depois passar para alimentos sólidos em pedaços, não deriva somente do objetivo de se criar um bom hábito alimentar, visando acostumar a criança a se alimentar de forma consciente, visualizando os alimentos e distinguindo seus sabores. 

Trata-se, também, da necessidade de se exercitar os músculos maxilares para assim prepará-los para suas demais funções, tais como a fala e deglutição. Através da mastigação serão desenvolvidos movimentos de língua, lábios e mandíbula importantes na preparação da musculatura da boca para a articulação.”

Quanto mais tarde for essa transição para papinhas com pedaço mais difícil será a transição para a comida da familia…

Por isso se você bate a papa do seu filho ainda é tempo de consertar para que não haja problemas mais pra frente…

Essa receita de hoje foi perfeita para esse momento de dificuldade em mastigar e que pode também ser usada para essa época de transição…

11 meses



Eu usei:


Alho
Alho poró
Tomate
Músculo
Couve-flor
Brócolis
Batata 
Abóbora

Fiz um mix com os ingredientes que Dudu mais gosta de comer…

Refoguei o alho no azeite extra virgem


Alho poró


Dourei a carne picada miuda…


Coloquei o tomate…


Cobri com água e deixei uns 30 minutos na pressão para a carne ficar bem cozida…


Piquei os legumes pequenos…


Depois da carne cozida coloquei junto…


Arroz…
Pode ser o integral também porém como o objetivo da receita é facilitar eu usei o branco que cozinha mais fácil…


Depois de 15 minutos… Prontinho…
Tudo muito bem cozido…. fácil de mastigar e vou usando esse estilo de receitas até chegar novamente aonde paramos… (Ele já comia a comida da casa sem problema algum…)


Saladinha de alface…


Tirei o talo e piquei bem miudinho…Temperei com azeite e uma gotinha de limão…


Almoço do dia…


Tentou comer a saldada separada… rs


Como é por ai na sua casa? você tem essa dificuldade?

Carimbo de aprovação

Destaque do Mês

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.