Temperos - As delícias do Dudu
As delícias do Dudu
As delícias do Dudu

15

jun

2012

Temperos



por Thais Ventura em Alimentação Saudável, Segredos da Cozinha |

O que podemos usar nas papinhas de tempero?

Sempre achei que todos sabiam, mas percebi que não é bem assim… então vamos conhecer os que podem e os que não se devem usar?


Pode usar:


Alho e cebola


Alho – utilizado em praticamente todos os tipos de pratos, contribui para a diminuição da pressão sanguínea e dos níveis de colesterol. Excelente antifúngico, anti-inflamatório e diurético. Use em qualquer prato.

Cebola – de uso bastante popular, inibe a ação de bactérias e fungos prejudiciais ao nosso organismo, diminuindo os riscos de trombose e arteriosclerose. Use em qualquer prato.



Cebolinha e salsinha também conhecidos como cheiro verde…

Cebolinha – utilizada no combate à carência de vitaminas A e C, tem o sabor acentuado e pode ser empregada em molhos, massas, omeletes, carnes, peixes e também para decoração.

Salsinha – rica em vitaminas A e C, estimula o apetite, tem ação diurética e ajuda no combate a doenças infecciosas. Tempero indispensável para muitos, realça o sabor de qualquer prato.


Salsão – aipo





Alho poró


Manjericão

Tem ação diurética e contribui para o bom funcionamento do sistema cardiovascular. Perfeito para molhos vermelhos e indispensável no pesto.



Alecrim


Perfumado e saboroso, estimula a circulação sanguínea e atua como digestivo e diurético. Perfeito para o preparo de carnes vermelhas, carne de porco, peixes, marinados e refogados de legumes.




Coentro


Rico em ferro e vitamina C, cálcio, fósforo, riboflavina, dentre outras, alivia a digestão e tem poder calmante. Utilizado especialmente para temperar peixes.




Bom, esses são os mais comuns, pelo menos aqui na região Sudeste, porque sabemos que nosso Brasil é cheio de sabores e costumes diferentes…

Temperos naturais geralmente não fazem mal, evitem apenas os mais picantes como a pimenta por exemplo…

O que NÃO devemos usar:


Desses abaixo nenhum de nenhum sabor e de nenhuma marca por favor gente…






Olha a quantidade de Sódio em 1 cubinho desses de caldo?
Faz mal até pra adulto, quem dirá pra criança…
Sem contar as outras porcarias adicionadas…

A Nutricionista Infantil Karine Durães diz:


“Sem falar que tem glutamato monossódico….
que “acostuma” a criança a esse sabor, que contém em salgadinho, besteirinhas
e a criança fica com dificuldade de sentir o sabor natural das coisas.”



Esses também podemos evitar:



A mais e dai?
E dai, você sabe o que é esse Glutamato monossódico (GMS)?
Eu te conto:

O que exatamente é o Glutamato Monossódico?


Você pode lembrar quando o pó de GMS chamado “Accent” primeiramente veio aos mercados norte-americanos. Bem foi há muitas décadas anterior a este, em 1908, que o glutamato foi inventado. O inventor foi Kikunae Ikeda, um japonês que identificou a substância natural que incrementava o sabor, provinda da alga marinha.


Tomando como base esta substância, eles foram capazes de criar um aditivo criado pelo homem, o glutamato monossódico, e ele e seu parceiro criaram a Ajinomoto, que é hoje o maior produtor deste produto (e, interessante, também um produtor de remédios).


Quimicamente falando, o GMS é aproximadamente 78% de ácido glutâmico livre, 21% de sódio, e até 1% composto de contaminantes.



É uma ideia errada que o glutamato monossódico é um condimento ou um amaciador de carne. Na realidade, ele tem um sabor fraco, além do que, quando você ingere GMS, você pensa que o alimento que está comendo tem mais proteína e tem um melhor sabor. Ele faz isso enganando sua língua, usando um pouco conhecido quinto estado de sabor: umami.



Umami é o gosto do glutamato, que é um saboroso gosto encontrado em muitas comidas japonesas, bacon e também no aditivo alimentar tóxico glutamato monossódico. É por causa do umami que o alimento com GMS tem sabor mais forte, robusto, e geralmente melhor, para muitas pessoas, do que o alimento sem ele.


O ingrediente não se tornou amplamente divulgado nos Estados Unidos até a Segunda Guerra Mundial, quando os militares americanos perceberam que a ração dos soldados japoneses era muito mais saborosa que as versões americanas por causa do GMS.



Por que Glutamato Monossódico é tão perigoso



Uma das melhores visões gerais dos reais perigos do glutamato vem do Doutor Russell Blaylock, um neurocirurgião “board certified” (que tem anos de treinamento e entendimentos da diagnose, tratamento e prevenção de enfermidades) e autor do “Excitotoxinas: o Sabor que Mata”. Nele ele explica que o glutamato é uma excito-toxina, o que significa que ele superexcita suas células ao ponto de ser perigoso ou mortal, causando danos em vários graus – e potencialmente mesmo acionar ou piorar disfunções de aprendizado, Mal de Alzheimer, Mal de Parkinson, Mal de Lou Gehrig, e mais.



Muitos outros efeitos adversos tem sido relacionados ao consumo regular de GMS, incluindo:



* Obesidade

* Danos oculares

* Cefaleia (dor de cabeça)

* Fadiga e Desorientação

* Depressão


Além do mais, mesmo a FDA admite que as “reações de curto-prazo” conhecidas como complexo dos sintomas do GMS (MSG Symptom Complex) podem ocorrer em certos grupos de pessoas, especialmente os que ingeriram “altas doses” de glutamato monossódico ou aqueles que tem asma. 



De acordo com a FDA, O complexo de sintomas do GMS pode envolver sintomas como:



* Perda de sensibilidade sensibilidade

* Sensação de queimadura

* Formigamento

* Pressão facial ou sensação de sufocamento

* Dor no peito ou dificuldade respiratória

* Cefaleia

* Náusea

* Palpitação cardíaca

* Sonolência

* Fraqueza


Ninguém sabe informar com certeza quantas pessoas podem ser “sensíveis” ao GMS, mas estudos dos anos 70 sugerem que 25 a 30% da população norte-americana era intolerante ao Glutamato – em níveis então encontrados em alimentos. Desde que o uso do Glutamato expandiu dramaticamente deste aquele período, é estimado que até 40% da população pode ser impactada. 
Dicas para evitar o Glutamato Monossódico de sua alimentação

Em geral, se um alimento é processado você pode supor que ele contém glutamato (ou um de seus pseudo-ingredientes). Então, se você aderiu a uma alimentação de alimentos frescos, você pode bem garantir que você está evitando esta toxina.


Para realmente se garantir, você deve saber com que ingredientes tomar precaução em alimentos empacotados. Aqui está uma lista de ingredientes que SEMPRE contém glutamato monossódico: (nem todos foram traduzidos por não existir correlato ao português, segue abaixo os nomes originais como constam no artigo): Autolyzed Yeast (Extrato de levedura), Calcium Caseinate (Caseinato de calcio), Gelatin (Gelatina), Glutamate/Glutamic Acid (Ácido glutâmico), Hydrolyzed Protein, Monopotassium Glutamate ( Glutamato monopotássico), Monosodium Glutamate (Glutamato monossódico), Sodium Caseinate (Caseinato de sódio),Textured Protein, Yeast Extract (Extrato de levedura), Yeast Nutrient

Estes ingredientes frequentemente contém glutamato ou criam este durante o processamento: [10] (não foram traduzidos os termos abaixos, por isso fica listado integralmente os originais em inglês): Flavors and Flavorings (Condimentos), Seasonings (Temperos), Natural Flavors and Flavorings, Natural Pork Flavoring, Natural Beef Flavoring, Natural Chicken Flavoring, Soy Sauce, Sopy Protein Isolate, Soy Protein, Bouillon, Stock, Broth, Malt Extract, Malt Flavoring, Barley Malt, Why Protein,Carrageenan, Maltodextrin, Pectin, Enzymes, Protease, Corn Starch, Citric Acid, Powdered Milk, Anything Protein Fortified, Anything Enzyme Modified, Anything Ultra-Pasteurized 

Se você come alimentos processados, por favor lembre-se de verificar estes nomes ocultos do glutamato.


Escolhendo ser Livre dos Glutamatos

Tomar a decisão de evitar GMS em sua alimentação é mais que possível uma escolha sábia para todos ao seu redor. Reconhecidamente, toma mais tempo planejando na cozinha e preparando comida em casa, usando ingredientes frescos e cultivados localmente. Mas saber que sua comida é pura e livre de aditivos tóxicos como o glutamato é algo inestimável.
Além disso, escolher seu alimento lhe trará ultimamente um melhor sabor e valores mais saudáveis que qualquer comida processada com glutamato que você pode comprar no supermercado.


Bom, o texto é bem cumprido e eu peguei algumas partes apenas, quem tiver o interesse em ler ele todo está AQUI


Enfim galera, sabe aquela propaganda é o amor? então amor mesmo é usar temperos fresquinhos e cozinhar com todo carinho… não se gasta nem 5 minutos descascar um alho e picar ou socar ou espremer, é tão simples e tão rápido, sem contar que o sabor é outro com certeza…


Fica ai mais uma dica…

Destaque do Mês

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.