As delícias do Dudu
As delícias do Dudu

30

abr

2017

A introdução Alimentar da Annie



por Thais Ventura em 06 meses, 08 meses, 10 meses, 7 meses, Annie, Introdução Alimentar |

Estou pra escrever esse post faz muito tempo, mas só agora consegui parar pra fazer…

Quando a gente engravida de um bebê a gente idealiza um pouco de tudo, no meu caso a introdução alimentar foi uma das primeiras coisas que imaginei fazendo com a Annie quando ela completasse 6 meses, pois por trabalhar com isso nada mais comum pensar logo nessa parte… Quando eu pensava na IA da Annie imaginava fazer bem participativa, nada muito diferente do que fiz com Dudu (que fiz bem no instinto pois não tinha nem 1/3 do conhecimento que tenho hoje), não pensava em BLW sozinho, por alguns motivos, entre eles a correria do dia a dia com dois, mas pensava sim em deixar Annie explorar o máximo os alimentos sozinha… Pois bem, Annie nasceu mudando o rumo de TUDO que idealizei pra ela, ao contrário do que eu desejava um medo tomou conta de mim, não queria que a IA dela chegasse, por todo diagnóstico que tivemos uma quase Gastrotomia (alimentação por uma sona direto no estômago), a dificuldade na amamentação, a cirurgia para colocação de DVP para controle da hidrocefalia que ela passou aos quase 4 meses, o tamanho da lesão cerebral que ela teve, a chance dela ter uma disfagia ou alguma dificuldade de deglutir era muito maior do que ela não ter dificuldade nenhuma…  Mas, por tudo que já li, já estudei, aprendi e principalmente pela confiança que tenho nela e por querer dar oportunidade dela em aprender, eu guardei meu medo lá bem no fundo de mim e confiei e acreditei, escolhi não limitar o aprendizado da Annie. Claro que dei alguns passos pra trás, ao invés de tudo cozido inteiro, voltamos as famosas papinhas completas amassadinhas, tudo bem também eu fiz assim com Dudu e deu tudo certo, com ela tenho certeza que não vai ser diferente… Enfim, me surpreendendo e surpreendendo os profissionais que nos acompanham, Annie come lindamente bem, mastiga perfeitamente, ela completa 8 meses daqui 7 dias e come em pedacinhos bem cozidos, posso dizer que come uma textura nessa idade melhor que Dudu na época de IA dele.

 

 

Sobre as papas.

Tem dias que tenho mais tempo que preparo tudo separado, sempre usando um elemento de cada grupo alimentar…

 

 

Tem dias que vai tudo junto mesmo, sempre sobressaindo um dos ingredientes pra fixar o sabor.

 

Tem dias que faço a mesma comida pra todo mundo igual e separo a parte dela antes de por sal, e ajusto a textura…

Enfim, vamos nos virando do jeitinho que dá pra ser, nossos dias são muito corridos, entre fisioterapias, estimulação visual, fonoaudióloga, pediatras, neuro, gastro…enfim…

Além de tudo que aconteceu, suspeitamos de uma possivel APLV (alergia a proteina do leite), nos exames de sangue de IGE deram negativos, mas isso eu já sabia que daria e é normal negativar na idade dela, os sintomas eram gastrointestinais, então dieta de zero leite e derivados, pra mim e pra ela (que seria de qualquer forma pela idade). Não tenho certeza ainda se ela é APLV ou não, mas segue na restrição…

Annie tem mais dois obstáculos que me faz oferecer o papá de colher, uma é a dificuldade motora que ela tem, não consegue pegar objetos/comida pra levar na boca totalmente sozinha, mas, já melhorou muito e a alimentação nos ajuda a estimular essa parte dela, um brócolis por exemplo ela preferiu colocar na boca do que um brinquedo qualquer sem sabor, menina esperta rs… Além da baixa visão que a atrapalha em ver pra poder ir pegar, muitas das vezes eu toco com a colher nos lábios dela pra que ela sinta que a comida está chegando e me responda abrindo a boquinha ou não né, quando está satisfeita ela não abre a boca e eu paro de oferecer…

 

 

Seguimos assim por aqui, felizes com o desenvolvimento e resposta dessa pequena tão guerreira que veio mostrar que diagnóstico não é destino…

 

Para quem quiser acompanhar toda a introdução alimentar dela, com dicas, rotinas, como comecei, receitas e evolução só clicar nos links em azul abaixo…

Facebook:

http://bit.ly/2qlkSUN

Instagram:

http://bit.ly/2pxkjJp

 

Segue a receita da papinha com rã que foi a primeira papinha de almoço que fiz pra ela…

Isso mesmo gente usei rã , uma das carnes menos alergênicas e muito nutritiva… Para quem nunca comeu, o sabor é o mesmo que de frango…

Usei: 1 coxinha de rã

batata

cenoura

espinafre

cebola e alho

cheiro verde

Azeite

 

 

Tudo bem lavado e picado

 

Refoguei no azeite, alho, cebola, quando dourou coloquei a rã e deixei dourar e acrescentei o cheiro verde…

 

 

Acrescentei os legumes inclusive o espinafre e cobri com água….

 

Deixa cozinhar e pronto…

 

 

Servidos?

 

 

Um beijo nosso e esperamos vocês em nossas redes sociais pra acompanhar e trocar informações sobre essa fase tão gostosa e importante na vida de um bebê…

 

 

 

4 respostas para “A introdução Alimentar da Annie”

  1. Poliana disse:

    Vc é uma mulher incrível!

    • Renata disse:

      Exatamente. Voce é uma mulher MUITO incrível! Muita sorte do Dudu e da Annie de ter você como mãe. E sorte a nossa de você compartilhar suas experiências conosco.

  2. Doraci Brito disse:

    Oiii, tenho dois filhos, Maria Rita de 4 anos e João Henrique de 2 anos, e por muito tempo a acompanhei… pegando algumas receitas básicas do Dudu e tentando fazer em casa, apesar da correria. Depois, acabei parando de acompanhar… e hoje lembrei de vc, resolvi entrar e para minha surpresa vc agora tem uma PRINCESA! E que depoimento lindo…. um exemplo.
    Que Deus continue abençoando sua família, e dando forças, saúde e muittooooo amor.
    Abraços

  3. Vanessa Valentim disse:

    amando o site. uma amiga me indicou e estou aprendendo muito. Obrigada Thais Ventura .. muito obrigada mesmo. e grata tb sou a Thais Lacerda. vc sempre com dicas abençoadoras para mim.

    e lá vamos nós iniciar a IA na minha pequena Valentina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque do Mês

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.