As delícias do Dudu
As delícias do Dudu

3

nov

2011

O inicio



por Thais Ventura em 06 meses, Alimentação Saudável, Introdução Alimentar |
Sejam Bem vindos ao As Delicias do Dudu, seu caderno de dicas e receitas on line…


1 – Sou a favor da amamentação exclusiva até os 6 meses.


2 – O que eu faço pra ele, não necessariamente será do jeito que você faz ou irá fazer pro seu bebê.


3 – Consulte sempre um profissional em caso de dúvida.


4 – O meu blog foi criado para ajudar na hora de fazer a papinha, dar IDEIAS… sendo boas para você fique a vontade em fazer igual, não sendo fique a vontade e faça do seu jeito, cada mãe sabe o que é melhor para o seu filho.


5 -Não sou formada em nutrição, apenas leio muito, estudo e me informo sobre o assunto para poder oferecer o melhor ao Dudu e com isso compartilhar minhas experiências aqui com vocês…


6 – Fiquem a vontade de contar as experiências com seus bebês…


7- Qualquer dúvida, reclamação, sugestão envie para nosso email asdeliciasdodudu@gmail.com o que eu não souber responder encaminho para a nutricionista infantil parceira do blog.


8 – Para comprar a apostila de introdução alimentar com receitas para bebês amamentados e que fazem a IA aos 6 meses mandem email para asdelicasdodudu@gmail.com


Sejam todos bem vindos e fiquem a vontade!!!


O Incio


Eu vou falar da introdução após os 6 meses levando em consideração a amamentação exclusiva até os 6 meses que é o recomendado pelos órgãos de saúde. E bebês alimentados com leite artificial também devem seguir o mesmo esquema, conforme manual da sociedade brasileira de pediatria de 2012 o mais atual.
 
A primeira coisa que devemos levar em consideração é que o bebê está apenas acostumado com o leite materno, então qualquer outro sabor será normalmente entendido se for recusado na primeira tentativa, porém, não desistam, foi constatado que para um bebê mostrar que realmente não gosta daquele sabor ele tem que ser oferecido no mínimo 20x a ele e de formas variadas.
 

 

A quantidade que seu filho vai ingerir no inicio é de no máximo 4 colheres de sopa rasas de papinha, ou seja não se desespere se ele não comer muito, é absolutamente normal.
 
 
Comece com a introdução de uma fruta na parte da manhã entre as mamadas, as frutas podem ser, pêra portuguesa, maçã, banana, mamão… Sempre amassadas ou raspadinhas… 

O Suco deve ser oferecido somente após o primeiro ano de vida, mesmo assim a quantidade deve ser pouca, no máximo 100ml/dia de preferência após as refeições de uma fruta rica em vit C para ajudar a absorção do ferro dos alimentos. 

Porque sucos só depois de 1 ano?


Por: Dra Karine Nunes Durães, nutricionista infantil


“Uma fruta quando a gente faz um suco, a densidade calórica dela diminui, o estômago do bebê é do tamanho do punho dele. Você enche o estômago dele com liquido ele fica muito satisfeito para uma próxima refeição.

Suco de fruta não tem fibra e tem índice glicemico alto, bateu no estômago do bebê, estimulou a produção de insulina, o que faz o pâncreas do bebê trabalhar mais e mais… A gente fica estimulando essa produção de insulina… Agora não acontece nada, daqui a cinco anos não acontece nada, mas será que uma criança que tem tendência a ser diabética isso não pode fazer a diferença?
Por isso a orientação dos principais consensos agora é ou atrasar essa introdução de suco de fruta ou usar esse suco de fruta numa condição especifica. Um pouquinho de suco rico em vit C (sem coar de preferência) após as principais refeições, pra ajudar na absorção do ferro dos vegetais.

Lembre-se sempre: as papas doces e os sucos não precisam ser adoçados, o próprio doce da fruta já é o suficiente para o paladar do bebê.


Comece sempre com 1 fruta por vez e observando a reação do seu filho, se não há sinais de alergia, e com o tempo correndo tudo bem, você pode até  misturar 2 ou 3 frutas.

Apenas atenção para as misturas
Na hora de misturar, atenção às características e propriedades de cada fruta. A banana e a goiaba, por exemplo, prendem o intestino. Juntas, terão este efeito potencializado. Já o mamão e a ameixa soltam. Combinar cítricos, como o abacaxi e a laranja, com leite, causa um excesso de acidez. Assim como utilizar a fruta antes que ela esteja totalmente amadurecida.
Depois é a hora de introduzir a papa “salgada” no almoço que pode ser entre 11:00 e 12:00h da mesma forma que a papa doce. Nas primeiras papinhas, escolha três tipos de legumes e verduras de cores diferentes – batata, abóbora e chuchu, por exemplo. Pique um pouco de cada um, coloque na panela, cubra com o dobro da quantidade de água e deixe cozinhar até ficar tudo bem macio. Depois, amasse tudo com um talher e dê aos pouquinhos para o bebê. Procure manter os mesmos ingredientes por alguns dias, assim fica mais fácil observar a tolerância a eles.
Informações importantes:
 
Não use sal, prefira temperos naturais para dar sabor a papinha, como alho, cebola, salsinha, cebolinha…

 

Não bata a comida no liquidificador, cozinhe e amasse com o garfo.
 
Por volta dos 7 meses já é hora de introduzir a janta. Geralmente sirvo a mesma coisa que o almoço.

Dicas:
Mel somente após 1 ano, por causa da toxina contida que pode causar botulismo em bebês muito pequenos.
Muitas mães se preocupam com o que dar de sobremesa… uma dica? Fruta…
Maçã raspadinha, pêra raspadinha, pêssego, manga, temos uma infinidade de opções…
Evite: Açúcar, biscoito, doces, chocolates, danoninhos, refrigerantes, sal em excesso, café e tente evitar ao máximo as papinhas prontas.
Lembrem-se crianças com hábitos alimentar saudáveis, são crianças saudáveis e consequentemente se tornarão adultos mais saudáveis.
Depois de um tempo a divisão de horários deve ficar mais ou menos assim:

LEITE MATERNO é em livre demanda durante o dia.
Café da manhã: leite
Lanche da manhã:  frutas
Almoço: papa salgada + fruta
Lanche da tarde: papa de fruta e leite
Jantar: papa salgada + fruta
Antes de dormir: leite



Para quem está começando a alimentação de seus bebês agora, segue uma dica retirada do blog Nutrição infantil


 
Separamos os ingredientes das papinhas. Toda papinha deve ter, no mínimo, 4 tipos de ingredientes, quando o bebê tem 6 meses, ou 5 ingredientes, quando o bebê já está acostumado, comendo bem o almoço e o jantar, com cerca de 7 meses.

Aí vão os tipos de ingredientes:

Carboidratos, ricos em amidos: são os alimentos que tem a maior densidade calórica e que dão energia para o bebê. Formam o Grupo 1: batata, batata doce, cará, inhame, quinua, aveia, mandioca, abóbora, mandioquinha, milho.
Legumes e verduras, ricos em vitaminas e minerais e fibras, garantem a saúde do bebê, são divididos em dois grupos necessários
Grupo 2: cenoura, beterraba, couve-flor, abobrinha, brócolis, quiabo, chuchu, berinjela, jiló, rabanete, nabo.
Grupo 3: são as folhas: couve, alface, rúcula, repolho, chicória, almeirão, agrião, escarola, espinafre, broto de feijão, mostrada, moyashi, radite.
As carnes formam o próximo grupo, são as fontes de proteína, elas vão formar as estruturas do corpo do bebê.
Grupo 4: carnes de boi magra, frango, peixe. As carnes tem que ser moídas ou desfiadas e fazer parte  da papinha integralmente, e não só o caldo.
 
Atenção: fígado era muito indicado para sopinhas de bebês. Hoje em dia, eu não indico. O fígado é o orgão ou o local no nosso organismo aonde tudo que é consumido ou absorvido é depurado, portanto, lá passam agrotóxicos, aditivos, hormônios e outras substâncias que nós, nutricionistas, chamamos de xenobióticos. Nos animais não é diferente. Portanto, hoje, o fígado, pode ser um depósito de substâncias não nutritivas e não reconhecidas pelo nosso organismo.
Quando não recomendo o fígado, as mães ficam com receio de não atingir as necessidades de ferro que o organismo de seus bebês necessitam, mas fiquem tranquilas, existem outras fontes ótimas de ferro que dão conta do recado.
 
Voltando a papinha, refogue temperos naturais como cebola, alho, em um fio de azeite ou um óleo de boa qualidade, cozinhe no mínimo um ingrediente de cada grupo, separademente ou em conjunto.
Tempere com ervas frescas como tomilho, cheiro-verde, coentro, alecrim, sálvia, que dão sabor especial ao prato, além de também possirem propriedades nutricionais. Coloque uma pitada de sal (pitada pequena, bem pequena!). Nada de caldos ou temperos industrializados.

 

 
Depois de cozidos e refogados, amasse os ingredientes com o garfo. Também dá  para oferecer os alimentos separadinhos, para que o bebê experimente cada tipo de alimento.

 

Quando a criança está acostumada, adicionamos o último grupo, das leguminosas:
Grupo 5: lentilha, feijões, grão de bico, vagem, ervilhas. Também cozido e amassadinhos no prato.
 
 
Com estas dicas, as mamães prepararão as papinhas mais gostosas e nutritivas e terão verdadeiros bebês gourmets fofos e com a saúde em dia.
Beijos e bom apetite!




O governo disponibiliza um “guia alimentar para crianças menores de 2 anos” quem se interessar é só baixar está em pdf… eu recomendo, tem muitas informações boas!!!


http://www.opas.org.br/sistema/arquivos/Guiaaliment.pdf



Beijos e sejam bem vindas (os)


  • http://www.blogger.com/profile/15869195545089788279 Paula Kraus

    Primeiro queria dizer que ele está a coisa mais linda nessa foto (super autêntica). Queria dizer tb que estou adorando ver como vc Thais, está uma MÃEZONA super dedicada e babona. Adorei seu Blog, pois vai ajudar muita “Mãe de primeira viagem”. Até relembrei meus velhos tempos. Acho que quem deve estar muito orgulhosa tb, é a nossa “Vó Jujú” que me deu a maior força quando eu era “Mãe de primeira viagem”. Beijos e muito sucesso!!!

  • bruna

    amigaa alguma coisa q vc deu resecou o Dudu ?? comecei essa semana com papinha e ontem ela chorou um pouco na hora de fazer coco, fiquei desesperada beijoooss e parabens adorei seu blog .

  • http://www.blogger.com/profile/03160323977442533807 Thais Ventura

    Oi Bruna, o Dudu já tem prisão de ventre normalmente, pra isso não acontecer eu procuro sempre fazer água de ameixa e dar pelo menos umas 2x na semana ajuda muitooo… nunca mais ele teve problemas… sabe como faz? senão te explico aqui… bjoo

  • Núbia

    Olá Thais, tudo bem? Adorei o seu blog. Estou tendo muita dificuldade em iniciar as papinhas salgadas com minha filha, que tem 6 meses. Na verdade começei segunda feira, 4 dias atras. Quando foi hoje eu cheguei a comprar as papinhas prontas da Nestlé achando que o problema estava no meu tempero. Gostei muito das suas papinhas e principalmente do modo de fazer passo a passo com foto e tudo! Vou fazer e depois te falo. O Dudu é lindo, parabéns! Bjs

  • http://www.blogger.com/profile/03160323977442533807 Thais Ventura

    Oi Núbia, que bom que gostou, espero que consiga fazer e que ela goste, pq papinha da Nestlé só na necessidade né?! obrigada e conta pra gente depois se deu certo tá bom!!! beijos e seja bem vinda!!!

  • Luanna Duffrayer

    A produção de insulina é feita pelo pâncreas. Pq no texto diz que o FÍGADO vai trabalhar maks e mais?

  • Priscilla

    Thais, o suco que diz q n deve ser introduzido é a fruta com agua? Pq eu trituro as frutas juntas, kiwi, ameixa, laranja, manga, tudo sem água. Ele come melhor assim, se dou só a fruta come menos :(

Destaque do Mês